Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Palavra Amiga. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta Palavra Amiga. Classificar por data Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 17 de outubro de 2016


Obreiros aprovados

O que são, quem são?
O verdadeiro obreiro aprovado por Deus não é o que usa uniforme.
Uma vez que um uniforme não passa de uma simples vestimenta onde tempo e a traça corrói.
Uniforme não define caráter nem o grau de espiritualidade.
O verdadeiro obreiro, o obreiro aprovado por Deus são todos os imitadores de Cristo. 
São os que no anonimato levam o alimento tanto espiritual como o físico aos que dele o necessitam.
São os que promovem a justiça e a igualdade.
São os que agem com misericórdia e compaixão.
Os verdadeiros obreiros aprovados são os que promovem paz.
São os que nada julgam e muito menos condena pois sabe que só a Deus cabe tal autoridade.
São os que levam o Evangelho de Cristo a sério. Nada acrescentam e muito menos tiram uma vírgula, um til. Antes o espalha na integra.
São os que levam uma palavra de fé e esperança a quem quer que seja.
São os que não fazem distinção de raça, credo, sexo. Antes os enxerga a todos como irmãos, irmãos em Cristo Jesus.
Os obreiros aprovados são aqueles levam uma palavra de conforto aos que jazem na desesperança.
Os verdadeiros obreiros aprovados são aqueles no anonimato levam auxilio aos que dele necessitam.
O verdadeiro obreiro aprovado não é aquele que limita-se apenas a saber a Bíblia de Gênesis a Apocalipse, mas aquele que oferecem um ombro amigo e no silêncio amigo transmite amor.
A esses que se portaram com humildade, amor e generosidade.
 A esses que mesmo no anonimato fizeram a diferença na vida de alguém esses o Senhor Deus chama de seus.
Seu obreiros aprovados e a esses será dado o galardão da salvação.
Você não precisa ser de nenhuma denominação religiosa, você não precisa de uniforme como alguns creem para ser um obreiro.
Você precisa apenas de um pouco de desprendimento, uma dose de amor ao próximo, outra dose de generosidade e muito mas muito amor no coração.
Nesse momento Deus te chama para fazer sua obra.
Veja ai na sua cidade, ai onde você mora quais instituições precisam de tua ajuda ou veja como esta o estoque de sangue se estiver baixo doe.
Visite um abrigo, uma ONG, alimente um animalzinho de rua.
Leve a todos uma palavra de fé e esperança.
Leve uma palavra amiga, um ombro amigo.
Agindo assim você já estará fazendo a obra de Deus. 
Agindo assim Deus te chamará de "eis meu obreiro aprovado"Faça você mesmo a diferença.Seja você a diferença.
Não espere pelo outro. 
Comece a mudança por você.
Muitos são chamados a fazer a verdadeira obra de Deus, mas poucos são os escolhidos.
Viva e aja de maneira que ao término de tua vida na Terra o Senhor Jesus te chame de seu amigo e te convide a participar do seu banquete.



quinta-feira, 29 de junho de 2017

Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec


05 - Uma realeza terrena - item 8.  

"Aquele que me confessar e me reconhecer diante dos seres humanos, eu também o reconhecerei e confessarei diante de meu Pai que está nos Céus; e aquele que me renegar diante dos seres humanos, também eu o renegarei diante de meu Pai que está nos Céus". Acabava de escrever este versículo do Evangelho, quando me senti aturdido e sonolento. No torpor em que estava, vi alguém se aproximar de mim, embora conservasse os olhos fechados, me vi banhado de luz e ouvi uma voz máscula, porém harmoniosa, que me dizia: - Meu irmão, fixe bem no Espírito este grande postulado do Evangelho, e não prescinda dele, como eu o fiz outrora. - Quem és tu? Pensei na minha modorra. - Hoje, sou um dos humildes servos do Criador.  Há dois mil anos fui o orgulhoso Públio Lentulus Cornélius, senador romano, merecedor da confiança do imperador Tibério Claudius Drussos Nero Germânicus. Foi o meu orgulho que me fez perder o minuto radioso concedido pelo Cristo, numa longínqua data da era Cristã. Como foram amargas as minhas lágrimas e tenebrosos os meus sofrimentos na busca da estrada que recusei seguir. Faz 2000 anos e as lembranças são profundamente dolorosas. Então pedi que me contasse a história, em pensamento. - Contar-lhe-ei esta passagem de minha vida e permita Jesus que a minha experiência sirva de exemplo para os que trabalham na semeadura e na seara do nosso Divino Mestre. Minha filhinha, Flávia Lentulia, fez-me deixar Roma, com minha esposa e procurar a Palestina, por que a lepra tomava seu corpinho e íamos a busca de cura, A conselho de Pôncio Pilatos fixei-me a meio quilômetro de Cafarnaum, na Galiléia, próximo ao lago de Genesaré, formado pelas águas cristalinas do rio Jordão. Para minha filha nada adiantou, suas feridas pioraram. Minha angústia tornou-se inenarrável.  Foi quando ouvi falar das obras e pregação de Jesus. Minha esposa pediu-me várias vezes que O procurasse, porém o meu orgulho não deixava, dada a minha posição social. Uma tarde, minha filha piorava, além das feridas antigas surgiram outras, debrucei-me sobre o seu leito e fiquei com os olhos rasos de pranto. Perguntei-lhe: o que desejava para dormir melhor e eu faria. Se quisesse, eu mandaria um portador a Roma para trazer todos os seus brinquedos. Com visual esforço, a pequena murmurou: - Papai, eu quero o profeta de Nazaré. Fiquei perplexo ante aquele desejo. Fui para o jardim. No crepúsculo saí, fingindo distração e fui a antiga fonte da cidade, motivo de atração para todos os forasteiros. Após percorrer uns 300 metros, encontrei transeuntes e pescadores que se recolhiam e me encaravam com mal disfarçada curiosidade. Eu estava a pensar, minhas cogitações eram amargas. Onde estaria o profeta de Nazaré? Não seria uma ilusão a história de seus milagres? Não seria absurdo procurá-lo ao longo dos caminhos, abstraindo-me da hierarquia social? Em todo caso deveria tratar-se de um homem simples e ignorante, dada a sua preferência por Cafarnaum e pelos pescadores. Dando curso as minhas ideias, considerei dificílima a hipótese do meu encontro com o Mestre de Nazaré. Como nos entenderíamos? Não me interessara o conhecimento dos dialetos do povo, certamente Jesus me falaria no aramaico, comumente usado na bacia do Tiberíades. Dolorosa emoção me compungia as fibras do coração. Apoiei-me num banco de pedras, enfeitado de silvas, ali me deixei ficar, sentindo o turbilhão dos pensamentos. Nesse instante, me senti como se estivesse sob o império de estranho e suave magnetismo, ouvi passos brandos de alguém que se aproximava. Diante dos meus olhos ansiosos, estacara personalidade inconfundível e única. Tratava-se de um homem ainda moço, que deixava transparecer nos olhos profundamente misericordiosos, uma beleza suave e indefinível. Longos e sedosos cabelos emolduravam-lhe o semblante compassivo, como se fossem fios castanhos levemente dourados por luz desconhecida. Sorriso divino revelando ao mesmo tempo bondade imensa e singular energia. Irradiava da sua melancólica e majestosa figura uma fascinação irresistível. Não tive dificuldade em identificar aquela criatura impressionante e, no meu coração, marulhavam ondas de sentimentos, até então por mim ignoradas. Lágrimas ardentes rolaram-me dos olhos, que raras vezes haviam chorado, uma força misteriosa e invencível fez-me ajoelhar na relva lavada pelo luar. Desejei falar e não consegui. Foi quando então, num gesto de doce e soberana  bondade, o meigo Nazareno caminhou para mim, pousando carinhosamente a mão em minha fronte, exclamou em linguagem encantadora, que entendi perfeitamente, dando-me inesquecível impressão de que a palavra era de Espírito para Espírito, de coração para coração. - Senador, por que me procuras? E, como se desejasse que a sua voz fosse ouvida por todos os seres humanos do planeta, rematou com serena nobreza: - Fora melhor que me procurasse publicamente e na hora mais clara do dia para que pudesse adquirir, de uma só vez, e para toda a vida, a lição soberana da fé e da humildade. Eu nada pude falar, além das minhas lágrimas, pensando amargamente na filhinha, mas o profeta continuou: - Não venho buscar o homem estado, superficial e orgulhoso, que só os séculos de sofrimento podem encaminhar ao regaço de meu Pai; venho atender as súplicas de um coração desditoso e oprimido, e ainda assim, meu amigo, não é o teu sentimento que salva a filhinha leprosa e desvalida pela ciência do mundo, porque ainda tem a razão egoísta e humana; é, sim, a fé e o amor da tua mulher, porque a fé é divina. Basta um só raio de suas energias poderosas para que se pulverizem todos os monumentos das vaidades da Terra. De volta à casa, encontrei minha filhinha curada. Ai de mim! Eu perdera aquele minuto glorioso do meu destino espiritual. Eu tivera vergonha de reconhecer diante dos seres humanos o verdadeiro Rei dos Reis e era natural que Ele tivesse vergonha da minha fraqueza. E por isso, sofri séculos após séculos, subindo laboriosamente a escada do progresso, quando poderia ter sido rápida a minha ascensão à excelsa morada do Pai, se tivesse tido o assombro de reconhecer publicamente a figura majestática do Filho. Desvaneceu-se a minha vertigem, apagou-se a luz que me envolvia, mas aos meus ouvidos mortais, a minha intuição espiritual, ainda agora, soa a voz máscula e harmoniosa que me adverte: - Confesse e reconheça o Cristo diante dos seres humanos para que Ele o reconheça diante do Pai que está nos Céus! Esta história foi retirada do livro de Emmanuel "Há dois mil anos", psicografado por Chico Xavier. Jesus se fez presente, mostrou-se por inteiro a Públio Lentulus e ele não quis O reconhecer. Nós podemos estar vivendo a mesma situação, pois o Cristo nos legou o Seu Evangelho, deixou o Seu exemplo e ainda estamos indecisos no caminho a seguir. Que maravilhosa oportunidade poder ouvir a voz de Jesus, olhar nos seus olhos penetrantes e sentir a Sua luz até o fundo do Espírito. Procurando esta casa Cristã, nós estamos procurando Jesus e Ele se apresenta através do Evangelho, da palavra de amor. Do momento que passamos a procurá-Lo, passamos a conhecê-Lo, nossa responsabilidade vai aumentando, pois vamos adquirindo o conhecimento das leis cristãs que vão nos levar ao Pai. Só não conseguimos chegar ao Pai quando nos prendemos ao egoísmo e ao orgulho, à vaidade e às coisas materiais. De nada adianta os nossos títulos aqui da Terra. O que adianta é tornarmo-nos caridosos, humildes, mansos de coração e levarmos estas qualidades até Jesus, para evoluirmos e alcançarmos a morada do Pai. Vamos nos tornar responsáveis, conhecer a doutrina de Jesus, estudar o Evangelho e a cada dia tentar praticá-lo. Vamos abrir nossos corações e receber Jesus. O meigo Nazareno está sempre disposto a nos ajudar, a nos iluminar.
Quando adentrarmos esta casa Cristã, vamos nos entregar ao Mestre Jesus, para que a luz do Seu olhar penetre em nós e, ao sairmos daqui, possamos levar um pouquinho dessa luz e distribuir aos nossos irmãos que estão precisando da palavra amiga, do sorriso sincero, do olhar meigo. Jesus é tão simples, Sua palavra é tão pura que todos podem entender. Não há sequer uma criatura que O procure com sinceridade e Ele não ampare! Façamos de nossas vidas um exemplo; vamos imitar o Divino Mestre. Vamos evoluir, para podermos chegar à morada do Pai. Desta fase, que estamos passando pela Terra, quando formos chamados, nossa bagagem de volta constará apenas das boas ações, do amor que dedicamos ao próximo, das palavras boas e de consolo que doamos aos nossos irmãos, da humildade que adquirimos, da caridade ao nosso irmão necessitado. Se em nossa bagagem constar o orgulho, a vaidade, a prepotência, não vamos conseguir carregá-la e continuaremos no mesmo estágio, não evoluímos, pois o peso da bagagem é muito grande.  Ela precisa estar leve, para que consigamos viajar pelos mundos do Senhor. O reino de Deus é tão singelo, lá não precisamos de ouro e nem de prata. Lá precisamos de um coração puro e sincero, trabalhar para os que precisam e de amor pelo nosso próximo. Meus irmãos, a cada dia em que nós tomamos conhecimento do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, nós nos tornamos totalmente responsáveis pela verdade que adquirimos, não adianta tentarmos esquecê-lo, pois estará gravado em nossa mente e no momento que nós quisermos praticá-lo, ele voltará à tona e o Mestre Jesus nos ajudará. Somos responsáveis por tudo o que fazemos e aprendemos. Vamos agarrar com toda força este aprendizado do Evangelho de Jesus, para crescermos intimamente, nos iluminando e, quando chegarmos à casa do Pai, podermos transpor a porta de luz com a serenidade dos puros de coração. Ao sairmos daqui, devemos levar a palavra de Jesus e praticá-la. Vamos orar com sinceridade, por nós e por nossos irmãos, amigos ou não amigos. Vamos nos tornar verdadeiros Cristãos. Jesus está o tempo todo vigilante. Comecemos a praticar o Evangelho, tendo paciência com o nosso próximo e praticarmos através da palavra o amor e a benevolência. Que nesta noite e eternamente, o Mestre Jesus penetre todos os corações. Bendito seja Nosso Senhor Jesus Cristo! 

Em outras palavras, de maneira simples porém clara e objetiva é a Cristo e sua realeza que devemos anunciar, é a Ele que devemos imitar, seguir os passos não a templos de pedra e mármore.
É sua palavra e seus santos ensinamentos que devemos anunciar.
Uma vez que é Ele e mais nada e ninguém que se nos leva ao Pai.
Ele é a fonte de água viva.
São seus os ensinos que se nos levam a perfeição.
Por meio de um homem encontramos a queda e sua ruína, porém por meio do mestre Jesus toda a humanidade encontrou seu resgate.
Se queres ser perfeito, imite e siga a Cristo.
Queres conhecer a Deus verdadeiramente e com Ele ter as mais sublimes e extraordinárias experiências.
Você é livre! O véu esta rasgado!
Cristo te comprou com o próprio sangue.
Foi Ele e mais ninguém que entregou-se em sacrifício perfeito.
Ame, viva, pratique a justiça, a misericórdia, a solidariedade.
Você não precisa de uniforme, você não precisa de unção especial, você não precisa de correntes disso e daquilo, você não precisa de objetos ungidos, você não precisa de fogueira disso e daquilo.
O que você precisa de fato e verdade está na Bíblia em suas santas palavras.
Apenas isso!
Em qualquer problema, em qualquer dissabor que a vida venha te oferecer, em qualquer deserto que venhas ou mesmo estejas passando recorra a Cristo.
Dobre seus joelhos, converse com Ele.
Chame-o para perto.
Se queres ter de volta a paz que o mundo te roubou, recorra a Cristo.
Não a mal que dure para sempre, nem dor que não encontre seu alento para aqueles que esperam em Cristo Jesus.
Ganhe almas para Deus não para templos de pedra e mármore.
Entregue essas almas a Deus a mais ninguém.
Vivamos o Evangelho Genuíno de Cristo todo dia.



quarta-feira, 5 de julho de 2017

Palavra Amiga



Saindo do Lugar


Agradeço a todas as dificuldades que enfrentei, não fosse por elas, eu não teria saído do lugar


Chico Xavier 

Em outras palavras:
Muitas denominações religiosas pregam:
Acabe com o seu sofrimento, o sofrimento é coisa do diabo, acabe com os problemas e se eu te dissesse o contrário?
E mais tenho como te provar com bases Bíblicas que isso tudo não provém da Palavra genuína de Deus!
Vamos lá:
"Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
João 16:33"
"Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia.
Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;2 Coríntios 4:16,17"
"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Romanos 8:28"
"Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações;
Sabendo que a prova da vossa fé opera a paciência.
Tiago 1:2,3"

"E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
Romanos 5:3-5"
Como podemos ver em nenhum momento Deus fala em nos poupar de dores, angustias, sofrimentos, problemas.
Se Ele não poupou nem mesmo a seu filho que mesmo sem nunca ter conhecido o pecado que dirá de nós pecadores por natureza!
Para uma criança aprender a andar ela deve engatinhar, cair.
Para se aprender a andar de bicicleta primeiro vem-se os tombos.
Para um atleta encontrar a perfeição o mesmo deve primeiro aprender a superar os obstáculos, dores, incertezas.
Para se galgar uma faculdade de excelência, uma escola de excelência primeiro vem-se as provas
Assim é Deus!
Justamente por ter ciência de nossa natureza imperfeita, Ele nos permite passar por dificuldades, dores, problemas.
Pois sem os mesmos não amadureceríamos, sem os mesmos não crescemos, sem os mesmos não evoluiríamos
Muito pelo contrário estacionaríamos no comodismo. Seriamos até mesmo extintos por doenças e demais males.
A medicina, a ciência só evoluíram por causa das doenças e males físicos, mentais.
Em outras palavras do caos, dos problemas foi-se encontrado curas, curas que seriam impossíveis sem as doenças, ou seja o problema. 
Reclamar do problema, "amarrar" o problema, praguejar por causa do problema não resolve absolutamente nada, muito pelo contrário só atrapalha.
Na maioria das vezes a solução está ali na tua frente, mas como você só tem olhos e bocas no problema aquela solução, aquela oportunidade de crescimento passa batido, expira e você nem percebe.
Substitua a lógica do mundo (reclamação, busca por culpados) e a lógica religiosa (amarrar o problema, expulsar o problema, amaldiçoar o problema) pela lógica de Deus.
Qual é a lógica de Deus?
Na realidade são quatro: Paciência, persistência, fé e visão.
Paciência para esperar no tempo de Deus
Persistência - caiu levanta, caiu levanta, caiu de novo, tá doendo levanta.
Fé - mesmo sem ver ter ciência de que existe um Deus e Ele está ali no fim do túnel não para solucionar nossos problemas mas para nos incentivar e nos conduzir a melhor solução. Imagine Deus ali contigo dizendo "Filho, tenha fé, força e foco. Você pode! Eu te gerei, você é minha imagem e semelhança.Você tudo pode, apenas creia"
Visão - enxergar no problema na dificuldade uma oportunidade de crescimento.
Saiba que tudo é possível ao que crê!
Em resumo esse plano ao qual hoje estamos é de cura e expiação.
A Terra nada mais é que uma escola, a escola da vida.
Ou seja estamos aqui para crescer, para aprender, para nos superar a cada dia.
E não há como crescer, como aprender, como superar a si mesmo sem os problemas, sem as dores e aflições.
Enfim, antes de reclamar agradeça a Deus por confiar em você e na sua capacidade de superação.


quarta-feira, 28 de junho de 2017

Palavra Amiga


O Valor das Pequenas Coisas

Sempre que te decidas a concretizar ideias e planos, na exaltação do bem, recorda que Jesus, o Governador da Terra, começo o apostolado da redenção humana no obscuro recanto da estrebaria

Bezerra de Menezes


Em outras palavras busque somente o que te torne grande aos olhos de Deus.Ou seja, a justiça, a paz, a mansidão, a solidariedade e a misericórdia.
Se queres ser grande diminua-se.
Sentimentos nobres te aproximam da pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo e mais fácil e rápida será tua transição para os planos superiores.
A própria Bíblia - Palavra de Deus nos exorta a prática do amor, puro, genuíno, sem medidas, sem preconceitos nem dissenções. 
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.
1 Coríntios 13:1-13"
Ame mais, perdoe mais, julgue menos, critique menos.
Seja feliz!




quarta-feira, 14 de junho de 2017

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Palavra Amiga


Benefícios e Sacrifícios

Nos teus dias de luta, portanto, fazes os votos e promessas que forem de teu agrado e proveito, mas, não te esqueças da ação e renovação aproveitáveis na obra divina do mundo e sumamente agradáveis aos olhos do Senhor

Emmanuel


Em outras palavras, se quiseres dizimar em algum templo religioso, ou mesmo fazer votos não há o menor problema, não há nada errado nisso, muito embora o Sacrifício de Cristo na Cruz do Calvário já  te bastes.
Assim como não há nada de errado pedir por si mesmo, nas buscas, nas orações.
Nem almejar, lutar por uma vida melhor, com regalos e confortos para si mesmo e os nossos.
Porém não te esqueças do irmão ao lado que chora, que geme, que anseia um alento, uma palavra de fé e esperança.
Em todo beneficio que Deus nos dá, em todo beneficio que se busca a sempre um sacrifício que se nos é solicitado por Deus.
Esse sacrifício não envolve na financeiro, nada material mas espiritual, um gesto nosso de desprendimento e empatia.
Visite uma ONG a sua escolha, agasalhe o irmão que de frio treme nas noites, alimente o irmão seja ele gente ou animal que chora de fome, visite, estenda a mão ao irmão que chora o abandono, brinque, leve um sorriso amigo e acolhedor ao pequeno, doe instantes de tua atenção ao depressivo que pensa em por término a sua vida devolvendo-lhe as esperanças perdidas pela vida espinhosa.
Não veja no outro um pecador, um criminoso, um leproso, um cão sarnento que por isso merece ser enxotado, agredido e humilhado. Mas, veja um irmão não consanguíneo, mas, irmão em Cristo Jesus.
Aos olhos do Pai que é todo amor somos todos irmãos independentemente da raça, do credo, do gênero ou espécie.
Se queres se tornar a imagem e semelhança de Deus Pai tal como cristo o é ser dizimista, andar com a Bíblia embaixo do braço ou mesmo frequentar uma denominação não bastam. Na realidade nem mesmo importa a Deus.
Se queres se tornar a imagem e semelhança de Deus Pai ame, perdoe e siga em frente na propagação do amor, da caridade e da gentileza.  

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Palavra Amiga



Coragem

Coragem não é revidar, nem cair na exibição de poder.A coragem verdadeira ergue-se da compreensão e da benção, quando o desequilíbrio tente assaltar-te. 

Meimei  


Em outras troque o sabor amargo das rixas, mágoas, ressentimentos por sentimentos mais doces, sentimentos que aliviam a alma, o corpo e o espirito - sentimentos nobres que te engrandecem perante Deus e a espiritualidade - perdão e amor.
O maior e senão o único exemplo a ser seguido Mestre Jesus nos chama não apenas ao arrependimento sincero como ao perdão e misericórdia.
"Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;
Mateus 5:44"
"E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.
Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas.
Marcos 11:25,26"
"Olhai por vós mesmos. E, se teu irmão pecar contra ti, repreende-o e, se ele se arrepender, perdoa-lhe.
E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe.
Lucas 17:3,4"
Cristo ao longo de sua passagem em nosso plano nos revelou todos os segredos para uma vida com Deus e para se alcançar entendimento e crescimento espiritual.
Segredo revelado, véu rasgado.
Fé, misericórdia, amor e perdão.
Um complementa o outro.
Eis o segredo da salvação eterna.
Não basta apenas conhecermos as escrituras de Gênesis a Apocalipse, termos o dom das línguas, o dom da palavra se não tivermos fé, se não tivermos misericórdia uns para com os outros, amar como Jesus amou e perdoarmos a falha do irmão ao lado.
Uma vez que nós mesmos somos muitas vezes mais falhos, mais criminosos e pecadores perante Deus e a espiritualidade.
E disse-lhes Jesus: "Quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra."
Revidar o mal que se nos fazem ao longo da existência humana é rebaixar-se, é animalizar-se.
Aquele que sente prazer em revidar perdeu completamente sua essência espiritual, sua aura divina. O Espirito Santo de Deus nele não faz mais morada.
A luz divina terá se apagado.
Sua aura antes brilhante e bela agora será escura, opaca semelhante a fumaça.
Seu desencarne será complicado, por que não dizer doloroso, sofrido dado ao peso da bagagem terrena que consigo carrega.
Quanto mais se perdoa, quanto mais se ama, quanto maior a misericórdia menor será peso da bagagem terrena e mais fácil será seu desprendimento fluídico do corpo. Sua alma será leve como uma pena e tão brilhante quanto a luz.
E por fim mais honroso e nobre será o destino, mais honrosa e nobre será a morada da alma.
Corajoso e forte não é aquele tira a espada da bainha e a desfere furiosamente contra o agente da dor. Mas aquele que a mantém guardada mesmo no calor da fúria. Quando a carne súplica furiosamente por vingança.
E segue sua vida. Amando e perdoando. Caindo e levantando.
Chorando e sorrindo.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Palavra amiga




Fazer O Bem - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga



Exame de Consciência - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga


A Lição da Formiga


"Ah... mas quem sou senão a formiga, das menores, que anda pela Terra cumprindo a sua obrigação."

Chico Xavier

Em outras palavras não viemos aqui a passeio. 
Todos nós temos uma missão, um chamado, um propósito a ser cumprido. Sê como a formiga, trabalhe arduamente no cumprimento do propósito, da missão a que fostes incumbido estando ainda em ventre materno. 
Não espere, nem mendigues atenção, reconhecimento.
Apenas faça o que tem de ser feito. De bom grado e sorriso nos lábios.
Nosso Pai nos vê em secreto e O mesmo prepara para os que trabalham incansavelmente um galardão que será dado ao fim da jornada terrena.
Não é ouro, nem prata. Títulos nada disso.
O nosso maior prêmio, o nosso galardão será viver na casa de Deus onde flui o amor e onde reencontraremos aqueles que nos precederam e cuja partida nos foi dolorosa.
Terra onde verdadeiramente mana leite e mel.
Terra onde o engano, o tropeço, dor, miséria, desgraça, guerras, mentiras, doenças já não mais existirão.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Palavra amiga



Medo da Solidão - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga


Conselhos Úteis - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga



Iluminação

"O raciocínio mais apurado pode perder-se no caminho, quando lhe falta a iluminação evangélica."

Emmanuel

Em outras Palavras não há sabedoria mais perfeita e completa senão a que vem do alto. Podemos ter tudo, bens, posses, títulos, milionários as vistas humanas. Mas senão conhece a Deus, senão conhece seus ensinos não passa de um pobre coitado digno de pena.
Rico não é o que possui grandes posses, mas o que detém a sabedoria do alto e as põe em prática.
Rico, verdadeiramente rico não é o que possui grandes posses, mas o que proclama o nome do Senhor Jesus, tendo Nele o faroleiro guia da nau da vida.
Quer ser verdadeiramente rico?
Conheça a Cristo, tenha vida com Ele. Seja seu fiel imitador.
E não apenas serás verdadeiramente rico como serás chamado de co-herdeiro de Deus.

  

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Palavra amiga




Mágoa Sem Razão - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga




Mensagem de Súplica - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga



Lições para bem viver - Momento Espírita (Títulos Extras)


Palavra Amiga




Atitudes de Hoje - Momento Espírita (Títulos Extras)



Palavra Amiga



A Justiça e os dramas humanos - Momento Espírita (Títulos Extras)

Palavra amiga


Um minuto



Em um minuto, um minuto apenas tudo passa.
Em um minuto nasce-se ou morre-se
Em um minuto, um minuto apenas tudo muda
Em um minuto brota-se uma rosa
Em um minuto a mesma rosa, bela, perfumada e vigorosa murcha.
Em um minuto o passarinho que outrora cantava suave melodia no galho da árvore, agora jaz morto aos pés do tronco da mesma árvore.
Em minuto tudo passa
Em um minuto tudo muda
Em um minuto, um minuto apenas perde-se algo, alguém de nossa grande estima e afeição
Em um minuto, um minuto apenas ganha-se algo, o coração de alguém.
Em um minuto, um minuto apenas a felicidade torna-se em dor
Em um minuto, um minuto apenas a dor torna-se felicidade
Em um minuto, um minuto apenas o verão torna-se inverno
Em um minuto, um minuto apenas o inverno reverte-se em verão
Em minuto tudo passa
Em um minuto tudo muda
Em um minuto o presente torna-se pretérito
Em um minuto, um minuto apenas nasce um sorriso
Em um minuto, um minuto apenas o sorriso se desvanece
Em um minuto separa-se
Em um minuto uni-se
Em um minuto, um minuto apenas tudo passa.
Em um minuto tudo muda
Se em um minuto uma vida muda, o mundo muda
Imagine em um dia com vinte e quatro horas, com mil quatrocentos e quarenta minutos, quantas mudanças, quantos ganhos e perdas se tem.
Viva de modo a não perder um minuto sequer.
Você não sabe o que te espera em um minuto.
A vida é um sopro.
Hoje nós e nossos amados estamos todos aqui.
Agora você sorri, pode gozar da companhia daqueles a quem devotas estima, afeição. 
Mas e daqui um minuto?
Valorize suas conquistas, valorize quem se ama, valorize-se.
Um minuto, um minuto apenas tudo passa, tudo muda.
Pense nisso.