Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens que correspondem à pesquisa por Vida após a morte

Luto

Quem nunca passou pela dor de uma perda repentina ou não?
Certamente todos nós.
Ou a estamos passando, ou passamos, ou vamos passar ou passaremos de novo.
O luto é uma dor que aparentemente interminável.
Passar pelo luto não é fácil.
Toda dor é dor, nenhuma dor é igual a outra. E todos nós estamos sujeitos a ela.
Primeiro vem o choque inicial. Principalmente se você não estava esperando.
A pessoa sai saudável de casa e de repente ou sofre um mal súbito ou um acidente de carro nos vindo logo a seguir a noticia.
Todos nós somos seres únicos, ou seja, cada um encara a dor da perda de forma diferente.
Em outras palavras todos nós temos nosso próprio tempo.
O luto em si nos faz passar por uma avalanche de sentimentos que variam da revolta pela perda repentina a culpa. Medo, raiva, sensação de impotência.
Chore sua dor, viva o seu luto. Seu momento.
Não tente bancar o forte a todo momento. Permita-se desabar. Você é humano não uma máquina.
É natural que sintamo-nos culpados, que fiquemos com raiva, medo…

Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec

CAPÍTULO III  HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DO PAI  Diferentes estados do Espírito na erraticidade - Diferentes categorias de mundos habitados - Destinação da Terra.  Causa dos tormentos terrestres - Instruções dos Espíritos: Mundos adiantados e mundos atrasados - Mundos de expiação e de provas - Mundos regeneradores - Progressão dos mundos.  
1. Que vosso coração não se perturbe. Crede em Deus, crede também em mim. Há muitas moradas na casa do Pai. Se assim não fosse, eu já vos teria dito, porque eu me vou para vos preparar o lugar e depois que eu tenha ido e que vos tenha preparado o lugar, eu voltarei e vos retomarei para mim, a fim de que lá onde eu estiver aí estejais também. (João, cap. XIV, v. 1, 2 e 3).
DIFERENTES ESTADOS DO ESPÍRITO NA ERRATICIDADE  
2. A casa do Pai é o Universo. As diferentes moradas são os mundos que circulam no espaço infinito, e oferecem, aos Espíritos encarnados, moradas apropriadas ao seu adiantamento. Independente da diversidade dos mundos, essas palavras po…

Culto da Esperança

Senhor Nosso Deus estamos todos aqui reunidos, orando em nome de Teu Filho Jesus por nossos irmãos e irmãs, cujas presença já não se fazem mais.
De um modo especial por aqueles irmãos que sucumbiram ante ao suicídio, aqueles também que por algum motivo alheio a nosso conhecimento ainda se fazem presos a este mundo e aqueles que se fazem presos a este mundo por conta do ódio, mágoa, rancor e desejo de vingança.
Emanamos a estes irmãos emanações de amor, luz e perdão.
Queridos irmãos, sigam em paz, que a luz do Senhor vos acompanhe. 
E o nosso amor por vós aqueça-lhe o espirito empedernido por anos de dor, ira e mágoa.
Vão todos em paz, fiquem em paz. 
Celebramos também a vitória de nossos amigos e parentes já desencarnados.
A vocês amados amigos e familiares a vós todo nosso orgulho. Orgulho por teres vencido de cabeça erguida o mais temido obstáculo, a morte.
Daqui deste plano ao qual nos encontramos cativos ainda emanamos, a vós luz, amor, gratidão.
Recebam todos esta nossa prece de amor e lu…

Evangelho Segundo o Espiritismo - Allan Kardec

O PONTO DE VISTA  5. A ideia clara e precisa que se faz da vida espiritual futura dá uma fé inabalável nesse futuro, e essa fé tem consequências enormes sobre a moralização dos humanos, porque muda completamente o ponto de vista pelo qual eles encaram a vida física terrena. 
Para aquele que se coloca, pelo pensamento, na vida espiritual, que é infinita, a vida física não é mais do que rápida passagem, uma breve permanência num local atrasado.
 As preocupações e os aborrecimentos da vida física são apenas incidentes que se enfrenta com paciência, porque se sabe que são de curta duração e poderão ser seguidos de uma situação mais feliz. 
O desencarne não mais oferece medo, não é mais a porta do nada, mas a da libertação, que abre para o desencarnado a morada da felicidade e da paz. 
Sabendo que se encontra numa condição temporária e não definitiva, encara as dificuldades da vida física com mais segurança, do que resulta uma calma de Espírito que lhe abranda as amarguras. 
Quando duvida de um…
02 - A vida futura 2 - itens 1 a 3.  Pilatos pergunta a Jesus: "Tu és Rei?" Responde Jesus: "Tu o dizes". Significando que Pilatos estava certo quando usava a palavra Rei acerca de Jesus, mas que, também Jesus não usaria o seu próprio título na presença de Pilatos, porque a concepção de realeza que Pilatos tinha, era muito diferente da realeza de Jesus. Os antigos escribas e fariseus eram inimigos dos inovadores, por isso, quando Jesus veio trazer a sua mensagem, Ele encontrou pela frente o ódio e a resistência desses humanos. Eles não podiam aceitar a revelação cristã, porque ela deitava por terra todo um sistema fundado sobre a mentira e a hipocrisia. Os judeus contemporâneos de Jesus Cristo viviam subjugados por uma série de tradições, que eram impingidas ao povo como sendo de origem divina. Jesus se deparou com um tremendo obscurantismo. Os escribas e fariseus ainda estavam presos às leis mosaicas, ditadas a quase 20 séculos antes de Jesus, leis temporárias que…